Pesquisar categoria

Blog

Blog

Tem livro novo na área: Aos meus pais, com amor

21 de janeiro de 2017
livro Aos meus pais, com amor

É como diz aquele velho ditado: casa de ferreiro, espeto de pau. Eu falo do livro de várias pessoas, posto resenha e tal. Mas quando o meu próprio livro sai, eu nem lembro de postar aqui. Desculpa aí, gente! ?

Mas é isso: há 10 dias saiu a continuação de Ao meu ídolo, com amor. Demorei um pouquinho para terminar, porque sou um nível acima de chata, né? Aí fiquei um tempo lendo sobre casos famosos da Polícia Civil e até da Polícia Federal, pra poder encaixar direitinho as histórias. Eu falo que é uma continuação porque os relacionamentos vem desde o primeiro. Mas são novas aventuras, novos desafios e novas investigações.

Aos meus pais, com amor, assim como o primeiro, não é nenhuma homenagem a alguém que eu conheça. Dedico sempre à minha avó, mas a história é toda focada na Ana Maria e na turma dela mesmo. Ouvi/li todas as resenhas e comentários e tentei, da melhor forma, acertar as dicas que tinham me dado. Mantendo, é claro, a essência da galera. Não dava para mudar muita coisa no humor da Ana e nem nas combinações da Agatha, né?

Aos meus pais, com amorAna Maria está de volta e totalmente recuperada!
Depois de resolver os casos das namoradas assassinadas do ator Bernardo Monteiro (e quase morrer por isso), Ana volta à delegacia para encarar novos desafios. Entre casos da Polícia Civil, protestos e um investigador pra lá de suspeito, ela fica diante daquele que foi o divisor de águas em sua vida.
Como se isso já não fosse o suficiente, a investigadora se vê diante de sessões de terapia, para aprender a lidar com os sentimentos que ela nem sabia que existiam.

Posso falar? Estou mega orgulhosa desse livro. As consultas da Ana com o psicólogo foram meio difíceis, mas controlar as novas emoções dela foram mais ainda. Ela teve altos e baixos nessa história, teve que aprender a libertar alguns sentimentos e a acolher outros. Em alguns momentos eu escrevia chorando, em outros ria sozinha. Foi tenso! Fora os termos técnicos de investigação, que eu não sou muito familiarizada. Mas tentei deixar tudo o mais certo possível, torcendo para que fizesse sentido. A Agatha, inspiração da minha personagem, já leu e mandou o feedback dela:

Aos meus pais, com amor

Certo. E onde posso comprar essa obra prima em forma de livro?

Por enquanto trabalhamos apenas com a versão digital de Aos meus pais, com amor. Não sei dizer se em algum momento teremos a versão física. Sorry. ¯\_(ツ)_/¯

O livro está disponível na Amazon (do mundo todo!) e pode ser adquirido aqui: http://bit.ly/AosMeusPaisComAmor

Dá para ler pelo celular, tablet ou computador, em qualquer lugar. Basta baixar o app do Kindle (que é gratuito) e aproveitar!

Espero que gostem! ❤️

Blog

16 fatos sobre mim que (quase) ninguém sabe

17 de janeiro de 2017
16 fatos sobre mim que quase ninguém sabe

Dia desses, passeando pelas internets da vida, encontrei a ideia de fazer uma lista com 16 fatos sobre mim que ninguém saiba. Ou quase ninguém, sei lá. Alguns eu comecei a revelar agora, como o número 2, por exemplo. Então muita gente não sabia. ?

A ideia era postar uma foto recente e a lista com todos os fatos. Olhando meu celular e meu Instagram, percebi que eu quase não tiro selfies. Levando em conta que eu que estou escrevendo, a foto não seria das mais produzidas ou sérias, né? Me joguei ali no Snapchat (que eu tenho, mas nem uso!), peguei aqueles filtros marotos e fiz algumas fotos. O que vale é a intenção.

Foi difícil selecionar esses 16 fatos, cheguei a trocar várias vezes, coloquei observações asteriscos na agenda. Mas cheguei a uma lista e resolvi postar logo, antes que eu acrescentasse mais alguma coisa.

>> Continue lendo

Blog

6 metas que escolhi para 2017

4 de janeiro de 2017
6 metas que escolhi para 2016

Que 2016 não foi um dos anos mais fáceis, todo mundo tá cansado de saber. Como foi difícil pra economia, pros empregos, pra todo mundo. Povo sem dinheiro, sem motivação, sem feriados (qual é, eu sei que a maioria curte um feriadão pra emendar a semana). Mas apesar de todos os perrengues, sobrevivi e até me dei ao luxo de escolher algumas metas para 2017.

No ano que passou, muitas coisas mudaram na minha vida. Comecei a trabalhar no Nubank e me apaixonei cada dia mais pela empresa. Conheci muita gente, topei novos desafios (saí do time de Logística para o de Customer Management). Tive o apoio e o incentivo de pessoas que, honestamente, eu nem imaginava. E que saudade que dá de trabalhar todas as noites com a minha turminha. Além disso, consegui meu cantinho e ele já tem vários móveis. O apêzinho 73 tá uma graça e, mesmo sendo pequeno, ainda sobrou um pouco de espaço.

Sem contar da parte que eu revi minhas inspirações mais do que queridas, fiz uma tatuagem nova, tive momentos incríveis na Bienal do Livro de São Paulo, quebrei o pé e amassei muito meu primo Bernardo (nas vezes que ele deixou, claro). Foi um ano e tanto, com coisas boas e ruins na mesma medida.

>> Continue lendo

Blog

O que eu te desejo no Dia de São Valentim

14 de fevereiro de 2016
o que eu te desejo no dia de sao valentim

Hoje é o famoso Valentine’s Day, ou Dia de São Valentim, que muita gente acha que é a mesma coisa que o nosso Dia dos Namorados, mas não é. É mais do que isso. Hoje é dia de celebrar o amor, minha gente! E, embora as coisas estejam corridas por aqui, eu quero fazer os meus votos e deixar registrado o que eu te desejo no dia de São Valentim.

O Dia de São Valentim é uma data especial e comemorativa, na qual se celebra a união amorosa entre casais e namorados. Em alguns lugares é o dia de demonstrar afeição entre amigos e familiares. Em Portugal e em Angola, assim como em muitos outros países, comemora-se no dia 14 de Fevereiro. No Brasil a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo António de Lisboa, conhecido pela fama de “Santo Casamenteiro”.

E para ilustrar o meu post de Dia de São Valentim, escolhi uma música toda mimimi, que estou ouvindo há dias. Aperta o play no vídeo abaixo e vem comigo.


>> Continue lendo

Blog

5 dicas para quem quer fugir do Carnaval

5 de fevereiro de 2016
5 dicas para quem quer fugir do Carnaval

Sabe quando eu descobri que eu não tinha nascido no país certo? Quando passei o período de Carnaval fora do Brasil. Gente, que sossego, que paz, que tranquilidade, que lindo ver o povo indo trabalhar, ao invés daquela muvuca toda empatando o desenvolvimento do país. E foi aí que eu entendi que não, eu não gosto do Carnaval (me julguem!). Não gosto de viajar no Carnaval, porque tudo tá cheio, tudo é absurdamente caro. Não gosto de ir em festas de Carnaval, porque é muita bagunça, muita falta de respeito, muita sujeira. E eu sei que não sou a única, então eu fiz uma lista com 5 dicas para quem quer fugir do Carnaval, que começa no dia 9 de fevereiro.

1. Dar um jeito naquela pilha de livros

Não faz essa cara de inocente, porque eu sei – e você também – que aqueles livros que você comprou nos últimos meses estão lá, encostados, juntando poeira. Todo mundo deve ter aí uns dois ou três dias de folga e já tá bom para começar a diminuir essa montanha que está se formando e que não tinha muita expectativa de virar um montinho. Aproveite que a galera toda vai pra gandaia, vai chapar o côco e se joga no samba dessas histórias incríveis que você tá quase colecionando.

E se você não tiver um livrinho maneiro para ler, posso indicar o meu: Ao meu ídolo, com amor. Boatos dizem que é incrível e que a galera fica viciada na história.

2. Colocar os seriados em dia

Se você é daqueles que, além de livro, coleciona seriados, aproveite o Carnaval para assistir os episódios atrasados. Também dá para pegar aquelas séries mais curtas (super recomendo Cuckoo e The Fall) e fazer maratonas delas. Nada melhor que um episodio novinho, um copo de Coca-Cola e uma panela de brigadeiro para fugir da bagunça.

>> Continue lendo

Blog

Olá, mundo!

15 de janeiro de 2016
ola mundo blog maria ana

Pensei em mudar o título desse post, mas ele caiu tão perfeitamente bem com o tema que resolvi deixar. Quem mexe direto com o WordPress sabe que o “Olá, mundo!” é aquela publicação que vem de exemplo, para termos uma ideia de onde e de como fica o texto. Apaguei tantas vezes esse post enquanto montava um blog aqui e um site ali, mas nunca prestei muita atenção nele. Até que hoje, enquanto reformulava o conceito e o visual do meu cantinho, percebi que era bem isso que eu queria dizer. Então olá, mundo!

Confesso que há muito tempo venho considerando recomeçar. O Mariana Pereira me acompanhou durante quase seis anos, começou bem capenguinha, foi melhorando. Coisa que acontece com quem se aventura com blog, né? A gente sabe que quer ter um, que quer escrever, mas chega uma hora que bate aquela temida pergunta: e agora, o que eu faço com isso aqui? Fiquei meses com isso cutucando minha cabeça, olhava para o blog planner e não sabia mais o que fazer com ele. Ficava semanas sem atualizar, mesmo com o calendário editorial pronto, só esperando eu sentar e escrever. Mas quem disse que dava vontade? Um dia parei, olhei, pensei e decidi que era a hora de mudar.

>> Continue lendo